Como Harry Styles conseguiu o papel principal? · Rolling Stone

Dirigido por Olivia Wilde, o tão esperado thriller estrelado por Harry Styles e Florence Pugh estreia nesta quinta-feira, 22

Protagonizado por Harry Styles e Florence Pugh, o longa Não Se Preocupe, Querida finalmente estreia nesta quinta-feira, 22, após diversas polêmicas sobre seus bastidores. E uma questão em especial chamou atenção dos fãs que aguardam ansiosamente pela produção: afinal, como o cantor do hit ‘As It Was’ chegou ao papel principal do filme?

Em agosto deste ano, Harry Styles protagonizou a primeira capa global da Rolling Stone e, durante a entrevista, falou sobre a experiência de trabalhar em dois filmes em sequência, passando de Não Se Preocupe, Querida (2022) para My Policeman (2022). Foi assim que o cantor revelou detalhes de sua escalação para o longa de Olivia Wilde.

Segundo Harry, atuar nunca foi parte de seu plano de vida. Ele sempre gostou da sétima arte, mas descobriu uma nova paixão quando começou a performar com sua banda, a White Eskimo. Quando eles estrearam — e ganharam — em uma competição de Batalha das Bandas, foi a primeira vez que ele sentiu “a virada”: seus professores olhando para ele, ao invés do contrário. “Acho que eu era apenas um exibicionista”, brincou Harry.

+++LEIA MAIS: Não Se Preocupe, Querida: Florence Pugh critica polêmica em torno de cena sexual: ‘Este filme é maior que isso’

Mas quando Styles estava se preparando para lançar seu primeiro trabalho solo em 2017, ele voltou à atuação com um papel de apoio em Dunkirk, épico de guerra dirigido por Christopher Nolan. O cineasta, inclusive, chegou a dizer que não fazia ideia do quão famoso Harry Styles era quando ele foi escalado para o papel.

Mais tarde, quando a Marvel o recrutou para viver Eros nos pós-créditos de Eternos (2021), Chloé Zhao não tinha qualquer outro ator em sua mente que não fosse Harry Styles. Acontece que, nos quadrinhos, o irmão mais heroico do vilão Thanos é retratado como um playboy intergalático, com força sobre-humana e a habilidade de controlar a emoção das pessoas — e não há ninguém melhor para interpretar esse personagem que um artista como Harry

Foi o papel de Styles em Dunkirk em 2017, entretanto, que chamou atenção da atriz e cineasta Olivia Wilde enquanto ela começava a traçar os planos para Não Se Preocupe, Querida. O cantor tornou-se, então, um dos possíveis intérpretes para o papel de Jack, o charmoso e misterioso marido de Alice, vivida na trama pela renomada Florence Pugh.

+++LEIA MAIS: Não Se Preocupe, Querida: Harry Styles criou melodia inédita para o longa

Antes da pandemia, Styles e a equipe do filme chegaram a conversar sobre o papel, mas as negociações não foram muito longe, já que o cantor estava iniciando mais uma turnê mundial. No lugar de Harry, o ator Shia LaBeouf ganhou o papel — mas acabou saindo da produção naquele mesmo verão, em uma das maiores polêmicas do longa.

“Eu queria atuar novamente”, comentou Styles, em entrevista a Brittany Spanos, na capa global da Rolling Stone. Durante a pandemia, por exemplo, o britânico passou grande parte de seu tempo em quarentena assistindo filmes com seus amigos e colaboradores.

Harry, então, foi anunciado como substituto de LaBeouf um mês antes das filmagens de Não Se Preocupe, Querida começarem. E, em pouco tempo, ele provou ser o ator perfeito para o papel de Jack. “Nós precisávamos de alguém com calor inato e charme palpável”, explicou Wilde, a diretora do longa. “Toda a história dependia da audiência acreditar em Jack.”

+++LEIA MAIS: Não Se Preocupe, Querida: Harry Styles e Florence Pugh protagonizam briga calorosa em teaser exclusivo

Uma vez escalado, o cantor gravou Não Se Preocupe, Querida entre setembro de 2020 e fevereiro de 2021, em Los Angeles e Palm Springs, nos Estados Unidos. Foi o período mais longo no qual Styles viveu em um único lugar em onze anos de sua carreira. E ele pensou até em desaparecer do mapa, comprar um celular antigo e parar de fazer música.

A realidade é que você chega no primeiro dia e espera durante 75% do tempo. E aí é tipo: ‘Na verdade, acho que vou mandar uma mensagem para o meu amigo’.

No começo, Harry Styles estava bastante ansioso em assumir um papel tão grande ao lado de estrelas como Florence Pugh, Chris Pine, Gemma Chan, e Nick Kroll. “Na música, existe uma resposta imediata para o que você faz. Você termina uma música e as pessoas batem palmas”, conta ele. “Quando você está gravando um filme, o diretor diz ‘corta’ e uma parte de você espera pelas palmas, mas ninguém faz isso. Todos, obviamente, voltam para os seus trabalhos e você pensa: ‘Droga, foi tão ruim assim?’.”

+++LEIA MAIS: Não Se Preocupe, Querida: Olivia Wilde explica “demissão” de Shia LaBeouf

Existiu uma cena do filme, no entanto, em que Harry realmente demonstrou que estava atuando com todo seu coração. Segundo Olivia Wilde, a cena representa o momento em que Jack é promovido durante um evento de gala e “deixou todos em lágrimas”.

“É uma cena estranha, cheia de referências fascistas e uma quantidade perturbadora de raiva masculina”, contou a diretora. “A cena pedia que ele subisse ao palco com Chris Pine e entoasse o assustador slogan ‘De quem é o mundo? Nosso!’ de novo e de novo. Obscuro pra caramba. Mas Harry elevou o nível. Ele estava tão ligado ao momento que começou a gritar suas falas para o público, rosnando, foi mais intenso que nós esperávamos para a cena.”

Segundo Olivia, Chris Pine chegou a se afastar dos holofotes, entendendo que aquele era o momento de Harry. Poucas semanas depois, Styles saiu do set de Não Se Preocupe, Querida e começou a filmar o — muito mais íntimo — My Policeman. Ele havia recebido o roteiro um ano antes, movido pela história o suficiente para contatar o diretor Michael Grandage para pedir por uma reunião. Harry Styles chegou ao encontro com todas suas falas memorizadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.